Vivência de Modelo Vivo

O estudo do corpo humano é constante e, com o auxílio de um modelo, o exercício se torna mais fácil. A apreciação das formas, da luz e sombra, do ritmo e da expressividade do corpo leva o artista, dia após dia, cada vez mais próximo do real.

O desenho de modelo vivo pode ser realizado de forma rápida, simples e sintética. Ou lenta, laboriosa, detalhada. Pode cercar-se de toda a grama de elementos do desenho, da linha de contorno mais singela às amplas gradações de tons do claro ao escuro que acentuam a percepção de massas e volumes.

Em relação à técnica, tem sido utilizado os mais diversos materiais e instruções do desenho, tais como lápis, carvão, caneta e pincel, aquarela etc, quase sempre sobre papel).

 

Auguste Renoir

Em novo Endereço:

Via Expressa Mauri Sebastião Barufi, 08, sala 204, na cidade de Jandira, São Paulo ( próximo a estação de trem de Jandira)